Escritora  Helena  Borges

 



Textos


 
UMA NOTÍCIA


Minhas  noites  são  somente solidão
Às paredes, chamo seu nome em vão
Quando menos esperava,
Mais uma desilusão;


Tristeza fez moradia no meu coração
As lágrimas caem até a exaustão
Noite e dia me consome essa paixão
E essa distância sem solução;


Como o sangue em minhas veias,
Meu corpo vive de lembranças...
Porque essa paixão me seqüestrou
Sem resgate, sem fiança;


Em meus sonhos, me ama com ternura
Com  promessas,  com  doçura...
Mas quando acordo,
Começa novamente, a tortura;

A espera por uma notícia...
Uma ausência sem respostas
Imagino sua chegada...
Vinte e  quatro horas;

 

Penso que nunca mais nos
Encontraremos  nessa vida...
Que foi para sempre, sua partida
E  viverei  de  nostalgia;


Uma relação que começou tão bonita
Hoje...chuva ácida que corroí
Meus sentimentos,
Minha rotina.


 
HELENA BORGES
Enviado por HELENA BORGES em 05/04/2014
Alterado em 03/03/2020


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras